.

.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

9 atitudes que você precisa adotar para evitar infecção urinária

Alerta: a agenda apertada pode abrir espaço para a infecção urinária, doença que provoca dor, ardência, urgência de ir ao banheiro e que ainda é capaz de estragar seus dias de praia. Confira o check-list do que você precisa fazer para se prevenir:.


1. Ir ao banheiro de preferência a cada três horas, umas seis ou oito vezes por dia: três de manhã, três à tarde e duas à noite, antes de dormir.
2. Sempre ter relações sexuais com a região genital lubrificada. Traumas e fissuras íntimas viram porta de entrada para bactérias.
3. Recusar o sexo vaginal após a penetração anal, a não ser que vocês troquem camisinha, lavem as mãos e coloquem um preservativo novo.
4. Incentivar o moço a usar camisinha sem espermicida, substância que mata as bactérias benéficas e essenciais para o equilíbrio da flora íntima.
5. Não ter relações sexuais de bexiga cheia e fazer xixi assim que terminar. Não precisa sair correndo da cama, mas não deixe passar muito tempo.

6. Quando fizer xixi, use só papel. O emprego exagerado da ducha higiênica altera o pH local e desequilibra a flora. Se evacuar, aí sim, lave com água e sabonete íntimo, com movimentos da frente para trás.
7. Preferir tampão ao absorvente, pois ele deixa a saída da uretra livre e seca. Lembre-se de trocá-lo a cada quatro horas.
8. Aumentar a força muscular e fortalecer o esqueleto com exercício regular. Melhora a imunidade e a defesa contra os invasores.
9. Usar lingerie de algodão e roupas leves e confortáveis para que as partes baixas fiquem arejadas. Aliás, dormir sem calcinha no verão ajuda a conter a proliferação bacteriana. Já o biquíni molhado é um problemão.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

EUA descobrem em paciente anticorpo que neutraliza HIV em 98%

Pesquisadores do National Institutes of Health (NIH),  disseram ter descoberto um anticorpo produzido por um paciente soropositivo que neutraliza 98% de todas as estirpes de HIV testadas, incluindo as mais resistentes.
Com a nova descoberta, cientistas poderão começar a formar a base para uma possível vacina contra o vírus, informou o Science Alert.
O anticorpo, chamado N6, conseguiu manter sua capacidade de reconhecer o HIV até mesmo quando o vírus se transformou e se separou dele.
Ele seria 10 vezes mais potente do que VRC01 – anticorpo de mesma classe que o N6 que havia passado para ensaios clínicos de fase II em pacientes humanos, após proteger macacos contra o HIV por um período de quase seis meses.
Segundo Anthony S. Fauci, do National Institute of Allergy and Infectious Diseases, dos EUA, “a descoberta e caracterização do anticorpo com excepcional amplitude e potência contra o vírus fornece um importante avanço para o desenvolvimento de estratégias de prevenção e tratamento do HIV”.

A pesquisa
Na recente pesquisa os cientistas expuseram o N6 a 181 linhagens diferentes de HIV, conseguindo destruir 98% delas, incluindo 16 das 20 estirpes resistentes a outros anticorpos de mesma classe.
Ele foi considerado um passo significativo, uma vez que o anticorpo estudado anteriormente, VRC01, impediu que 90% das cepas do vírus infectassem células humanas.
O anticorpo N6 teria extraordinária amplitude e potência.
Os pesquisadores acompanharam a evolução de N6 ao longo do tempo para ver como ele respondia às mudanças de forma do HIV, e descobriram que ele confiava menos em se ligar às partes do vírus que estavam mais propensas a mudar – conhecidas como região V5 – e o fazia em partes que se transformavam menos em cada estirpe.
Assim, ao se anexar no vírus, o anticorpo foi capaz de impedir que ele se ligasse a outras células imunes do hospedeiro e as atacasse – o que torna as pessoas soropositivas mais vulneráveis à AIDS.
Também foi verificado que mutações do HIV mais resistentes ao N6 raramente apareciam, o que sugere que o vírus não pode responder a esse anticorpo tão rapidamente quanto aos outros estudados.
Contudo, há de se considerar que, até agora, os resultados foram observados apenas em laboratório e, por isso, até os vermos replicados em ensaios com humanos, teremos de permanecer cautelosamente otimistas.
Portanto, usar a camisinha nas relações sexuais continua sendo a forma mais segura de evitar a contaminação pelo HIV.

O estudo foi publicado recentemente na revista Immunity.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Motivos científicos para você dormir pelado

Como você dorme? Prefere pijamas de algodão ou de seda? De acordo com a ciência, a melhor opção, na hora de dormir, é ir para cama do jeito que você veio ao mundo: totalmente sem roupas! Parece até brincadeira algo assim ter sido estudo por pesquisadores, mas os argumentos que eles têm a respeito do assunto são válidos e muito convincentes, quer ver?
Confira, abaixo, alguns motivos cientificamente comprovados pelos quais você precisa dormir pelado de hoje em diante e se prepare para jogar pela janela todos os seus pijamas:

1. Dormir melhor

De acordo com estudos, quando a gente dorme nossa frequência cardíaca fica mais lenta, diminuindo assim a temperatura corporal. Quando um pijama é usado, esse processo pode ser atrapalhado, já que muitos tecidos fazem o corpo ficar mais quente que o normal. Isso, segundo os cientistas, pode atrapalhar a qualidade do sono. Aliás, muitos casos de insônia estão diretamente ligados à temperatura corporal durante o sono.

2. Mais atraente
É assim que você vai se sentir quando passar a dormir pelado. Conforme a ciência a alta temperatura do corpo à noite interrompe também a produção natural de melatonina e alguns outros hormônios anti-envelhecimento. A longo prazo, isso faz as pessoas se sentirem menos atraentes e pode realmente deixar a pele e os cabelos menos saudáveis.

3. Emagrece

Depois dessa os homens vão morrer agradecendo, porque a mulherada não vai perder a chance de emagrecer dormindo! Isso mesmo, estudos apontam que ir para a cama sem roupas melhora a qualidade do sono e, como consequência, permite que a sensação de fome seja controlada. Isso porque, dormindo bem, o corpo produz menos cortisol, o hormônio do estresse; assim, os níveis de energia e de fome ficam sob controle, já que pessoas estressadas tendem a comer mais compulsivamente.
1

4. Mais sexo

Dormindo pelado, você vai dormir melhor, emagrecer e, de quebra, deixar seu relacionamento mais feliz. Isso porque quem dorme sem roupas, consequentemente, faz mais sexo! Especialistas dizem que tudo está relacionado à produção de ocitocina, hormônio responsável pelos “apetite” (se é que você entende…) e que também é fabricado pelo corpo durante o sono.

5. Muito mais fácil

Já pensou o quão inútil e complexo é colocar uma roupa apenas para dormir e, no dia seguinte, tirá-la para colocar uma roupa ‘sociável’? Pois é, além de não ter que gastar mais com pijamas, as pessoas que dormem sem roupas pulam esse processo socialmente imposto e, claro, têm um processo de dormir mais simples… como se precisássemos de mais um motivo para convencer você dos benefícios de ir para cama pelado, não é mesmo?
E então, que tal abandonar de vez o pijama?

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Dermatologista Tamara Abrantes atendendo em Sousa dia 24/02

Atendendo em Sousa na Clínica Espaço Vida dia 24 de  fevereiro Dra Tamara Abrantes na sexta antes do carnaval. Ligue e marque já seu horário 82 3522 2500. Quer saber mais sobre ela? Acesse:
http://medicossousenses.blogspot.com.br/



sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

ACIDENTES DE MOTO E A SEVERIDADE DAS LESÕES

A realidade vivida nas urgências e emergências dos Hospitais de Trauma, tem registrado um número elevado de vítimas de acidentes envolvendo motos. Em quase uma década, o número de mortos em acidentes de trânsito envolvendo motocicletas triplica no Brasil. Na região nordeste, por exemplo, 49% das vítimas mortas em acidentes de trânsito eram conduzidas por motos. Os dados são do estudo “Retrato da Segurança Viária no Brasil”. O mestre em sociologia pela UnB (Universidade de Brasília) e consultor em segurança e educação para o trânsito,  Eduardo Biavati afirma que o aumento no número de feridos e mortos por motocicletas pode ser explicado por vários fatores, a começar pela má formação de condutores. É sensato imaginar que muitos dos acidentes podem envolver motociclistas experientes e prudentes no trânsito, mas certamente são casos fortuitos. A grande maioria dos envolvidos são condutores irresponsáveis e inconsequentes para com as leis de trânsito. Conduzem motos alcoolizados, onde muitos são até menores de idade.


LESÕES DE TECIDOS MOLES DA FACE 
lesões dos tecidos moles da face reservam importantes cuidados quanto ao seu tratamento, diante da nobreza anatômica da região, que é rica em nervos, vasos sanguíneos calibrosos, glândulas salivares, ductos, olhos e anexos, por exemplo. Para tanto os Cirurgiões e Traumatologistas Buco-Maxilo-Faciais (BMF), os quais são treinados à assistir pacientes com essa situação clínica, são requeridos a terem cada vez mais treinamentos específicos quanto ao manejo das lesões dos tecidos moles da face, visado otimizar seus resultados cirúrgicos. Para tanto, técnicas de cirurgia plástica devem ser assimiladas pelos Cirurgiões BMF, como forma de enrequecimento técnico,  considerando que muitas das lesões das quais tratamos assumem características singulares como perda de substância por exemplo. Nesse contexto consideramos importante o Cirurgião BMF ter conhecimeto sobre o processo de cicatrização das lesões dos tecidos moles e do comportamento biológico de reparo de cada natureza de tecido lesado envolvido no trauma. Pois só assim o profissional assistente ao caso poderá julgar qual a melhor conduta cirúrgica tomar visando uma melhor estética e função.









Nestas imagens não temos o propósito específico de relatar o caso clínico exposto, mas de apresentar um caso clínico por nós tratado na urgência, que retrata bem a severidade dos traumas de face dos quais o Cirurgião Buco Maxilo Facial deve estar apto a tratar. Este caso teve breve período de proservação devido o desinteresse do paciente em comparecer as demais consultas de retorno o que justifica a ausência de imagens de um pós-cirúrgico mais tardio. São apresentadas imagem que ilustram o quadro pré operatório  e pós imediato, onde no pré evidencia-se diversas estruturas anatômicas comprometidas pelo trauma e no pós um processo de cicatrização em curso.
Resultado final 

Dr. Valmir Braga / Cirurgião Buco Maxilo Facial
9 9444-4521             
               
Imagens de arquivo pessoal.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Sábado Dermatologista Tamara Abrantes em Sousa

Neste Sábado pela manhã Dra Tamara Abrantes (Dermatologista) Atendendo na Clínica Espaço Vida. Agende já seu horário pelo telefone 83 3522 2500


Programa de Rádio em Sousa deixa ouvintes mais antenados com a Saúde

O Programa 97 MIX apresentado pela Radialista Ivoneide Lopes na Líder FM trás um quadro muito interessante sobre Saúde.
Papo Saudável começou no dia 1ºde fevereiro e a meta é levar todos os dias um especialista em todas as areas de saúde, beleza, estética etc. O programa começa as 8h mais o quadro vai ao ar a partir das 11h até 12h
As primeiros entrevistadas foram:


E nesta sexta dia 03 é a Vez dele Dr.Valmir Braga
Vale apena ouvir e também participar tirando suas dúvidas
o link para quem desejar ouvir pela internet é esse http://www.lider97.com.br/radio.htm

sábado, 28 de janeiro de 2017

Do Rio de Janeiro para Sousa e região

video
Breve todas as informações sobre ela Dra Ivalucia Nicássio

Clareamento dental a Laser

Dra Jayanne da Clínica Mais Sorriso mostrando como deixar a Radialista Ivoneide Lopes com um sorriso ainda mais bonito e branquinho

video

Contra a depressão:menos medicamentos, mais espiritualidade e exercícios, diz psiquiatra

A receita, à primeira vista pouco ortodoxa para um psiquiatra, é do doutor Jorge Jaber, professor de pós-graduação em psiquiatria na PUC-Rio e pós-graduado em dependência química pela Harvard Medical School. Ele celebra a evolução dos medicamentos para os pacientes que usam antipsicóticos (doentes com esquizofrenia ou transtorno bipolar, por exemplo), mas alerta para o preocupante abuso na utilização de diazepínicos – os chamados “tranquilizantes” ou ansiolíticos – que podem vir a deteriorar a saúde mental e física. Ele lembra que dormimos menos com a idade, e exercitar-se pode ser o melhor agente para regularizar o sono, não os remédios que levam à dependência.
“Utilizar a medicação não é suficiente”, afirma. “É importante que a pessoa faça exercício, se envolva com atividades de ordem espiritual, ou ligadas à arte, que inclusive se tornaram mais acessíveis aos idosos. Somos o resultado de genética e meio ambiente. Não só isso vai alterar a resposta genética, como terá grande influência no sentido de criar um novo estilo de vida”.
O doutor Jaber aconselha também as técnicas de meditação, como o mindfulness, método criado para aliviar a ansiedade e o estresse. O objetivo é trazer a atenção para a respiração e as sensações corporais, como tensões musculares ou dores. O foco no que o corpo nos diz é o maior aprendizado na experiência do mindfulness, de forma que consigamos relaxar em qualquer ambiente. “A espiritualidade modifica o prognóstico da doença”, ensina.Na sua opinião, um ponto de atenção é o número crescente de casos de depressão entre as mulheres mais velhas: “É frequente que se sintam sem um papel social definido, porque não têm uma carreira ou uma atividade gratificante. Além disso, os filhos cresceram e muitas se ressentem da falta de uma relação estável. O resultado é que deixam de enxergar possibilidades”.
O diagnóstico obedece à observação de uma série de fatores: falta de interesse pelas coisas, problemas de memória, alteração no apetite e no sono (para mais ou para menos) e irritabilidade. Para o doutor Jorge Jaber, não se pode afirmar categoricamente que a envelhecimento está associado à depressão: “o que acontece é que, na maioria dos casos, essa depressão não foi corretamente diagnosticada no primeiro ou no segundo episódio. Depois, esses episódios vão se repetindo e se tornam o padrão na vida do paciente. E mais uma vez eu reforço: o exercício físico produz neurotransmissores que atuam na prevenção da depressão”.Matéria da jornalista Mariza Tavares extraída de G1 – onde você poderá assistir na íntegra a fala do psiquiatra Jorge Jaber.

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Radialista Ivoneide Lopes - testando o Sonofocus

 A Radialista e blogueira Ivoneide Lopes começou as seções com o mais moderno aparelho para reduzir medidas, o Sonofocus. A Posturalle da Dra Luciana Pimentel realiza esse e outros tratamentos estéticos. Saiba mais e acesse o Blog da Posturalle



terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Meditar pode evitar problemas de saúde

Não há necessariamente um horário para fazer meditação, mas  que você deve tentar marcar na agenda um momento do dia para fazer isso.
Para começar, a primeira dica de exercício. “Feche os olhos, preste atenção na sua respiração enquanto ouve uma música ou não, e espere a mente ficar serena. Por incrível que pareça esse simples exercício revoluciona o lado psicológico e emocional de qualquer pessoa que ouse praticar”.



Se você é iniciante na prática e prefere se organizar, o especialista indica seguir métodos simples para diferentes momentos do dia. Vamos lá? Confira!

Pois saiba que reservar 10 minutinhos do seu dia para meditar pode te ajudar a ficar mais concentrado. Além disso,  é um grande aliado para evitar o estresse e te auxiliar nas escolhas certas no ambiente de trabalho.

“A meditação é um exercício, mas para a mente. Sua essência é ajudar as pessoas a se conectarem com seu equilíbrio emocional, com sua sensação de segurança e, consequentemente, ajudá-las a fazer boas escolhas, a tomar decisões melhores. Em tempos de crise e instabilidades, quando muita gente fica ansiosa, se a pessoa medita, pelo menos constrói uma forma preventiva para se livrar desses conflitos e dificuldades.

Ficar de 5 a 15 minutos de olhos fechados, concentrado, atento a própria respiração ou mesmo ao pulsar do coração são maneiras simples de meditar e que causam efeito positivo. “A meditação é uma alternativa para não ter de tomar remédio, não depender da alguém necessariamente para conversar ou desabafar. Ajuda-nos a limpar esse barulho mental que não faz bem”,

As pessoas, muitas vezes, não meditam por preconceito. “Nos primeiros minutos é difícil mesmo, a mente fica agitada, tem a tendência a continuar em movimento. Os pensamentos vão aparecer, dá nervoso tentar não pensar em nada. E as pessoas dizem ‘vou ficar parada meditando? Estou com pressa, não tenho paciência’. Isso, na verdade, é um sinal de que a pessoa já está ‘doente’. Não consegue parar para apreciar a vida e acaba achando o estresse algo natural, quando na verdade nossa natureza deve ser de equilíbrio e bem-estar”.

Exercício para fazer antes de começar a trabalhar
Já na empresa, antes de qualquer coisa - telefonemas, internet, o que for -, gaste os primeiros minutos para se concentrar. Isso porque sua mente se agitou no trajeto de casa para o trabalho. “Faça uma meditação de 10 a 15 minutos, o que quer dizer ficar em silêncio, de olhos fechados, prestando a atenção na própria respiração. Tente não pensar em nada e espere a mente serenar”.

Você pode repetir a meditação ao longo do dia, como após o almoço, antes de entrar numa reunião importante ou mesmo quando sentir que está com algum problema pessoal atrapalhando seu trabalho.
Para fazer o exercício, sente numa cadeira e mantenha as costas retas, bem apoiadas. Dependendo da disponibilidade do ambiente, você pode sentar no chão em cima de uma almofada – sem relaxar o corpo, é preciso manter a coluna reta. Respire fundo e solte, sempre atenta ao ar que entra e sai.

“Dá certa calma. Nos primeiros minutos é difícil mesmo, a mente fica agitada, tem a tendência a continuar em movimento. Os pensamentos vão aparecer, é natural, dá nervoso tentar não pensar em nada. Mas a ansiedade passa logo e, quando isso acontece, é maravilhoso! O lance é usar a respiração como referência e, depois que faz com frequência, verá que em 5 minutos consegue serenar. Quem vai começar a fazer deve ter paciência durante a aprendizagem”.



Exercício para fazer antes de sair de casa

Fique de cinco a 10 minutos em silêncio, prestando atenção na sua respiração. Isso ajuda você sair de casa muito mais concentrada.

Outra dica é começar a andar pela casa, percebendo cada passo que está dando. “Assim, sentirá a consciência presente, libertando-se da ansiedade".




Técnica da mente alerta

Existe uma técnica conhecida como “mente alerta”, que nada mais é do que educar a mente para sentir todas as coisas que você está fazendo, enquanto faz a meditação.
“Se está ao telefone, por exemplo, perceba a pressão que está fazendo ao segurar o aparelho, no toque. Se apegar a esse nível de detalhamento faz a pessoa automaticamente deixar de pensar em tudo que não tenha a ver com o que, de fato, está fazendo. Isso é libertador".

Outra dica é fazer uma caminhada e, em vez de ouvir música ou falar ao celular, sentir os passos que está dando. “Ou seja, os joelhos dobrando, os pés tocando o chão, deixe sua mente sentir essa experiência. No almoço, no lugar de pensar 10 mil coisas enquanto come, tente sentir cada alimento, procure diferenciar os sabores”.

Esses exercícios podem ser desafiadores para quem está com a mente agitada. "A pessoa pensa ‘vou ficar parada meditando, estou com pressa, não tenho paciência’. Isso é um sinal de que, na verdade, a pessoa já está ‘doente’. Não consegue parar para apreciar a vida e acaba achando o estresse algo natural, quando na verdade nossa natureza deveria ser de equilíbrio e bem-estar”, analisa o coach.
“A ideia da meditação não é essa que é vendida, viver zen, olhando para o nada, tranquilão e sem afazeres o dia todo. As pessoas podem continuar fazendo inúmeras coisas e manter a mente em paz”.



Exercício para meditar antes de dormir

Você pode convidar seu parceiro ou filhos para meditar em casa antes de dormir. “Mas antes explique para a pessoa do que se trata, pois se ela abrir o olho na metade do tempo ou achar graça, não vai funcionar, quebra o clima. Diga que é um exercício bacana, que vai durar no máximo 15 minutos.

Escolha uma música suave e é só repetir o mesmo exercício feito ao longo do dia – de ficar atenta na própria respiração”.


Família em Sousa PB conta sua história de amor


Muito amor envolvido...

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Mensagem da Dra Graça Videres

video

Mensagem de Natal da Posturalle - Dra Luciana Pimentel

video

Mensagem de Natal de Dra Tamara Abrantes

video

Por que a bichectomia está tão na moda? Mais o que é Bichectomia? e quem pode realizar essa cirurgia?

Como sempre existem os procedimentos da moda e até pouco tempo atrás as facetas de porcelana eram a bola da vez! Agora a bola da vez é a Bola de Bichat (trocadilho infame) ou corpo adiposo da bochecha ou do inglês Buccal Fat Pad que nada mais é do que uma gordura da face na região da bochecha. A procura por este procedimento por mulheres e por homens que buscam a feminização da face aumentou exponencialmente nos consultórios e clínicas especializadas! Por este motivo vamos falar sobre as dez maiores dúvidas sobre este procedimento cirúrgico estético:





Apesar da cirurgia de bichectomia ter sido descrita desde 1980, a cirurgia de feminização da face envolve um grupo de procedimentos cirúrgicos, que objetiva transformar uma face com características do gênero masculino em uma face do gênero feminino. Este procedimento não tem o objetivo de rejuvenescer a face, mas sim, é utilizada para mulheres transsexuais (que estão em transição para mulher) e que têm disforia de gênero. Algumas mulheres não-transexuais podem sofrer alguns procedimentos cirúrgicos feminizantes caso sintam que possuam alguma característica facial masculinizante.

Outras cirurgias de escultura e contorno do esqueleto facial como a correção da linha do cabelo pelo avanço do couro cabeludo, recontorno da testa, elevador da testa, rinoplastia (cirurgia de nariz), implantes de bochecha, remoção das bolas de Bichat, elevação do lábio e aumento dos lábios através de enxerto, redução do ângulo da mandíbula, plastia do queixo e desgaste da tireóide (gogó), são alguns dos procedimentos disponíveis hoje em dia.

O que é a bola de Bichat? Por que leva este nome? Ele tem alguma função?
Marie-François Xavier Bichat foi um importante anatomista e fundador da Medicina científica da França. Viveu no século XVIII e foi importante para medicina moderna contribuindo com diversos estudos experimentais e a bola de Bichat foi uma de suas descobertas anatômicas.

A bola de Bichat ou corpo adiposo da bochecha é uma formação gordurosa entre os músculos da bochecha, mais especificamente entre o músculo masseter e o bucinador. Acontece que sua função é a de evitar um provável aquecimento dessas estruturas e consequente necrose

Eu preciso fazer a bichectomia?
Este corpo adiposo dificilmente é absorvido, mesmo em casos onde a pessoa emagreceu exageradamente, por isso a queixa de alguns pacientes que relataram o “rosto redondo” mesmo após emagrecimento.

Existem casos onde o paciente têm hipertrofia do masseter, e pode ser tratado com a aplicação de Botox sem cirurgia .Portanto, esta é uma pergunta muito importante e somente uma consulta com um cirurgião especializado e realização de exames específicos podem identificar a necessidade deste procedimento cirúrgico ou se o caso trata-se de um distúrbio de transtorno de imagem onde a pessoa deve ser instruída para passar por uma avaliação e tratamento psicológico e não estético.

Não vou ficar com o rosto flácido ao envelhecer?
Todos ficaremos com o rosto flácido pelo envelhecimento, é um processo normal e fisiológico, mas estudos demonstram que a Bola de Bichat pouco se altera mesmo com a idade. Porém, uma remoção exagerada sempre deve ser uma preocupação do profissional.

Como funciona a cirurgia de bichectomia?
Eu admiro a fixação mórbida dos pacientes em não somente tirar as dúvidas, mas querer ver o procedimento cirúrgico com os próprios olhos.  Se eu particularmente precisasse me submeter a uma cirurgia desta, a última coisa que faria seria ver um vídeo sobre o procedimento cirúrgico.

De qualquer forma, se você tem estômago forte e a curiosidade maior do que o medo, aí vai um vídeo da bichectomia! Só digo uma coisa se você tiver pesadelos não diga que não avisei:


Quanto tempo leva pra cicatrizar? O pós operatório é dolorido?
O pós-operatório da bichectomia é parecido com a da extração do dente do sisoOs dois, três primeiros dias de pós-operatório é mais crítico. Na primeiro semana de pós-operatório deve-se evitar esforço físico intenso e exposição ao sol.

Qual é o preço de uma bichectomia?
Como se trata de um procedimento cirúrgico estético, o custo de uma bichectomia vai variar (e muito) de profissional para profissional, clínica e região do país varia entre R$ 4.700 e R$ 7.000 e pode ser feita em hospital ou em clínica

Fuja dos profissionais baratinhos e promoções! Profissionais sérios que lidam com a vida e saúde das pessoas vão cobrar caro por isso!

Dia 19 de dezembro participando do programa 97 MIX na Líder FM de 8h as 11h o especialista no assunto Dr Valmir Braga tirando suas dúvidas ,

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Confraternização da Posturalle

Dra Luciana e toda equipe da Posturalle organizaram uma bela confraternização na Palhoça do Bistrô no último dia 13 de dezembro com direito a música ao vivo e presentes.
Clientes e convidados foram muito bem recepcionados por ela que tem uma enorme carinho e faz do seu trabalho uma verdadeira festa, Dra Luciana Pimentel.

Todas as imagens você pode conferir no site http://agitosplay.com.br/galeria.php?id=3383&t=confraternizao-da-clnica-posturalle


sábado, 10 de dezembro de 2016

Dr.Valmir Braga - Blog dos Médicos e 97 MIX





Conheça melhor DR. Valmir Braga- Especialista em cirurgia e traumatologia Buco-Maxilo-facial, implantes dentais e cirurgia ortognática.



Com participação ao vivo no programa 97 MIX de Ivoneide Lopes na Líder FM.

Agora com residência fixa em Sousa PB

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Saber mais é sempre melhor! Certificado

Dra Luciana Pimentel da Posturalle, agradecendo  a essa excelente profissional pela experiência e conhecimento adquirido!
Cada vez conhecemos pessoas do bem.Criadora do método Striort,
Hoje é referencia nacional.
Conheça o tratamento, que irá  encantar as mulheres
É possível uma redução de 30 a 80% das estrias e até melhora da flacidez!
Em Sousa você pode na Posturalle.



Dra Tamara Abrantes em Sousa dias 11 e 12/11

Atendendo na Clínica Espaço Vida Dra Tamara Abrantes -Dermatologista -
Sexta a Tarde inteira e Sábado pela manhã.
Ligue e agende seu Horário 83 3522 2500

Anvisa registra remédios inovadores para câncer de pele

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, nesta segunda-feira (3), dois novos medicamentos para tratar o câncer de pele do tipo carcinoma basocelular, em estágio avançado, e um novo medicamento biológico para melanoma com metástase. Ambas as permissões estão registradas no Diário Oficial da União (DOU).


Um dos remédios aprovados é indicado para o tratamento do carcinoma basocelular avançado. Trata-se do medicamento Erivedge (vismodegibe) do laboratório Roche.
Na mesma edição do DOU está o registro do Keytruda® (pembrolizumabe), um produto biológico novo. O produto foi avalizado para tratamento de pacientes com melanoma metastático ou irressecável.



Fonte: Portal Brasil, com informações da Anvisa

domingo, 30 de outubro de 2016

Dra Graça Videres atendendo em Sousa PB



Nesta segunda dia 31/10 Dra Graça Videres atendendo na Casa de Saúde Bom Jesus o dia inteiro e na terça a partir das 13h. Ligue e marque sua consulta
Casa de Saúde Bom Jesus - (83) 3521-1083

Sim, as mulheres estão bebendo tanto quanto os homens, diz estudo

Tradicionalmente, os homens bebem mais do que as mulheres. Mas, segundo cientistas, essa tendência já mudou. Um estudo global publicado concluiu que as mulheres, principalmente as mais jovens, têm consumido quase tanta bebida alcoólica quanto com os homens. Isso significa que elas são afetadas pelos mesmos efeitos nocivos do álcool e sinaliza a necessidade de campanhas contra o abuso de álcool direcionada especificamente para esse público.
© image/jpeg Grupo de amigos bebendo em um bar

No estudo, publicado no periódico científico BMJ Open, pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa em Álcool e Drogas da Universidade de New South Wales, na Austrália, analisaram o consumo de álcool de mais de 4 milhões de homens e mulheres ao longo de um século. Historicamente, os homens consomem entre 2 e 12 vezes mais álcool do que as mulheres. No entanto, essa diferença diminuiu tanto no últimos anos que alguns especialistas chegam a dizer que hoje as mulheres bebem mais do que os homens.
A tendência, conhecida como ‘convergência sexual’, é evidente principalmente em pessoas mais jovens. Entre 1891 e 1910, os homens eram duas vezes mais propensos a consumir bebidas alcoólicas do que as mulheres e corriam três vezes mais risco de desenvolver problemas como alcoolismo ou que causem danos à sua saúde. Porém, entre 1991 e 2000 essa diferença praticamente desapareceu. Nesse período a taxa de predisposição dos homens beberem mais do que as mulheres caiu para apenas 1,1 vez e de problemas relacionadas ao uso abusivo da substância para 1,2 vezes.

“O consumo de álcool e os distúrbios relacionados a ele historicamente são vistos como fenômenos masculinos. Esse novo estudo questiona essa premissa e sugere que as mulheres, principalmente as mais jovens, devem ser alvo de esforços para redução do impacto do uso de substâncias e de seus efeitos nocivos”, escreveram os autores.
Segundo especialistas ouvidos pelo jornal britânico The Guardian, o consumo de álcool pelas mulheres aumentou por uma série de razões. Por exemplo, aquelas que passaram a ocupar cargos que antes eram exclusividade dos homens juntaram-se a eles na incorporação do happy hour às suas rotinas. Outros fatores são a queda do preço das bebidas alcoólicas e o surgimento de bebidas mais doces – que as mulheres preferem – e de campanhas de marketing direcionadas exclusivamente para elas.

“Desde 1950 nós observamos um aumento no consumo de álcool pelas mulheres. O consumo de bebidas em casa têm aumentado continuamente e como o álcool é tão barato e encontrado facilmente tornou-se um básico das compras do dia a dia. Também vimos um esforço da indústria em comercializar produtos e marcas específicas para mulheres.”, disse Emily Robinson, diretora de campanhas da ONG britânica Alcohol Concern.
Emily ressalta o fato de que as pessoas geralmente não percebem quando o consumo de álcool ultrapassa o limite entre apenas algo para um momento de prazer e se torna um hábito. “As mulheres fazem ‘a hora do vinho’ quase todas a noites. Beber muito, frequentemente, pode acarretar problemas de saúde físicos e mentais futuros e as pessoas não percebem o quanto é fácil passar por cima dos limites recomendados”, alerta.
O principal problema das mulheres beberem tanto quanto os homens é que seus organismos são diferentes e o corpo das mulheres não tolera o álcool tão bem quanto o dos homens. O corpo feminino tem menos água, o que faz com que o álcool fique mais concentrado em seu organismo. Elas também têm fígados menores do que os homens, o que torna mais difícil a metabolização da substância de forma segura.
Em 2010, as doenças relacionadas ao consumo de álcool resultaram em cerca de 5 milhões de mortes em todo o mundo. Estima-se que elas foram responsáveis por mais de 161 milhões de anos de vida perdidos.

Arquivado em:Saúde

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Dra Tamara Abrantes dia 29/10 em Sousa

Não esqueça dia 29, sábado Dra Tamara Abrantes atendendo na Clínica Espaço Vida pela manha. Ligue e marque seu horário 3522 2500


terça-feira, 25 de outubro de 2016

StriOrt agora na Posturalle

StriOrt é um tratamento que promete melhorar a aparência das estrias em até 80% já na primeira sessão. É um método diferente não invasivo e não cirúrgico de como tratar as estrias brancas!!! Se sabe que as estrias são lesões irreversíveis na pele que acomete principalmente nós mulheres e que causa grandes danos emocionais em quem possui. É um procedimento que não fura e que todas as pessoas podem fazer independente de idade, local e cor de pele! É um tratamento inovador, simples e com excelentes resultados, que vai mudar seu conceito de como tratar estrias!!! Quer conhecer essa técnica  você vai se apaixonar pelos resultados....


ligue agora para a posturalle e marque um horário
Rua: Odon Bezerra - Centro-Sousa PB
Telefones: 83 3521 1290 - 99176 3023

Dra Luciana Pimentel  tem Formação em Terapia Manual, atuando na área traumato-ortopedia.

Especializada em técnicas de terapia manual.

Formação em Pilates com certificado internacional pela  PHYSIOPILATES desde 2004. Podendo atuar em qualquer lugar no exterior

Pos graduada além de terapia manual,dermatofuncional

Curso de Drenagem Linfática manual no Hospital do câncer em Recife-PE

Dra Tamara Abrantes- Ação Hanseníase